COTAÇÃO AGORA - LME (London Metal Exchange) Chumbo: Compra R$ - Venda R$
Dólar comerciaL: R$
01 de Fevereiro de 2019

3 DICAS IMPORTANTES PARA COMPRAR LINGOTE DE CHUMBO DE QUALIDADE

O chumbo é um metal bastante comum em diversas aplicações presentes no dia a dia. No entanto, suas jazidas não atendem à demanda interna, o que faz com que o produto tenha que ser reciclado constantemente. É por isso que você deve ficar atento na hora de comprar seu lingote de chumbo, já que um material de má qualidade pode interferir significamente em seu produto final.

Pensando dessa maneira, separamos três importantes itens que você deve se atentar na hora de comprar lingote de chumbo para a sua empresa. Confira a seguir!

OBSERVE A QUALIDADE, PUREZA E APARÊNCIA

A história que “chumbo é tudo igual” não é verdade! Ao comprar o material, você deve observar atentamente sua aparência. Os lingotes devem ser limpos, cinza homogêneo e sem borras, rebarbas ou oxidação. Segundo a norma brasileira, o teor de pureza do chumbo deve variar entre 99,5 e 99,99%. Caso sua empresa necessite não só do chumbo puro, mas também de ligas metálicas, fique atento se realmente estão sendo utilizados os metais como estanho, antimônio, selênio ou aquele solicitado.

EXIJA A ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 

Para essa validação, todo lingote de chumbo ou liga metálica deve ser analisado por um especialista em um equipamento próprio chamado espectrômetro de emissão óptica. Ele gera um laudo documental, que comprova que você não está adquirindo por um produto e levando outro, e manterá a qualidade do material que você necessita para desenvolver e fabricar o seu produto. Essas análises devem ser realizadas toda vez que você comprar um lote novo através de amostras.

CONSTATE A PROCEDÊNCIA DO MATERIAL 

Ao reciclar chumbo para a transformação de novos lingotes, vários insumos são utilizados. Dessa maneira, é muito importante que a empresa fornecedora faça o controle de qualidade dos insumos utilizados, pois muitos deles podem ter origem duvidosa. Empresas que não zelam pelo meio ambiente, pela segurança dos colaboradores, também não costumam zelar pelo controle de qualidade de seus produtos. Uma dica é fazer uma análise profunda de seu fornecedor, realizando até mesmo uma visita na sede da empresa.

 

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS