COTAÇÃO AGORA - LME (London Metal Exchange) Chumbo: Compra R$ - Venda R$
Dólar comerciaL: R$
12 de Dezembro de 2017

Processo decisório na Toyota – O que é Lean Manufacturing e como é aplicado na prática

Processo decisório na Toyota

Não foi por acaso que a empresa japonesa Toyota tornou-se referência em eficácia e inovação.

Investindo na modernização de processos e no aprimoramento de resultados, durante o século XX ela começou a difundir a chamada filosofia lean, contribuindo para aprimorar o processo decisório em empresas do Japão e do mundo.

Nemawashi: o pilar da filosofia lean manufacturing

Esse termo japonês é traduzido literalmente como “preparar o solo para o plantio.”

A aplicação dele consiste em fazer com que as decisões sejam tomadas em consenso, oriundas de um debate com a participação dos atores atuantes em todos os setores envolvidos até que seja possível chegar a um acordo que deverá ser registrado em um formulário e assinado.

O diferencial do Nemawashi é que esse processo não é realizado apenas com base em posições hierárquicas ou opiniões de especialistas, mas sim, considera a participação daqueles que estão direta ou indiretamente vinculados às atividades/decisões, sendo considerados os principais atores das mudanças organizacionais.

Esse debate entre os envolvidos no processo envolve definir de forma consensual:

  • O que fazer;
  • Como fazer;
  • Quem irá fazer;
  • Quando será feito;
  • Por quanto tempo será feito.

Durante as interações ocorridas no processo de Nemawashi, é aplicado um princípio chamado de catchball, que consiste em fazer com que todos os envolvidos sejam ouvidos, prevalecendo o respeito às opiniões sem que isso afete os propósitos da empresa.

Feitas essas definições, o grupo envolvido deverá elaborar o chamado “estado futuro” com as projeções dos princípios lean.

Estrutura do formulário

A partir do momento em que o responsável do projeto e atores de todas as áreas envolvidas chegam a um consenso, essas informações são registradas em um formulário A3 com o objetivo de padronizar e facilitar a comunicação.

Com relação à estrutura, conforme o modelo exposto abaixo, no lado esquerdo da primeira parte vertical da folha deve ser inserido o histórico da situação ou problema, descrição da situação atual, análise dos obstáculos apresentados, oportunidades e limitadores e definição das metas e objetivos que a empresa deseja alcançar.

Já com relação à segunda metade vertical da folha, ela deve ser iniciada com o “desenho” da situação futura almejada, sendo que na sequência deverão estar contidos o plano básico com as ações a serem tomadas ao longo do tempo para atingir a situação futura e a definição dos chamados pontos de controle.

É importante ressaltar que tais descrições necessitam utilizar esquemas gráficos que definam corretamente as situações e favoreçam a compreensão.

Genchi Genbutsu: “Vá e veja com seus próprios olhos”

Essa é uma das práticas essenciais do Nemawashi no ambiente lean. Como a própria tradução sugere, ela consiste em fazer com que os envolvidos busquem compreender cada problema ou situação por meio de uma observação direta da realidade.

Supondo que o objetivo de um determinado grupo seja aumentar a capacidade produtiva da fábrica, para isso é necessário que as pessoas envolvidas no projeto:

  • Observem atentamente o processo investigado;
  • Visitem o chão de fábrica;
  • Interajam com os operadores;
  • Visitem as unidades de produção em turnos diferentes.

Em suma, é necessário coletar dados a partir da realidade do dia a dia. Isso também envolve uma constante interação com os clientes internos e externos, fazendo com que o processo decisório abranja todas as partes interessadas (desde os fornecedores até os clientes).

Hoshin Kanri: aprendizado e treinamento

Para que os elementos do lean sejam praticados no dia a dia, a Toyota promove um contínuo processo de aprendizado e treinamento com o intuito de ampliar as responsabilidades e de envolver todos os níveis hierárquicos nas decisões estratégicas.

Essa rotina de gerenciamento recebe o nome de hoshin kanri.

A chamada filosofia lean também recebe o nome de Toyota Production System, sendo no Brasil mais conhecido como Modelo Toyota ou Toyotismo.

Lean Manufacturing na Tamarana Tecnologia Ambiental

Na Tamarana aplicamos a metodologia do Lean Manufacturing desde setembro de 2012.

Começamos de uma maneira modesta na área do Refino, e aos poucos expandindo para outras áreas de produção como Forno e Matéria Prima.

Em 2014 sentimos confiança em implantar o Lean Office, que é aplicado nas áreas financeira, administrativas, RH, suprimentos, pesquisa, qualidade, meio Ambiente, Engenharia, TI e Marketing.

Com a implantação do Lean a empresa ganhou em eficiência, espirito de equipe e produtividade!

toyota

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS