COTAÇÃO AGORA - LME (London Metal Exchange) Chumbo: Compra R$ - Venda R$
Dólar comerciaL: R$
18 de Julho de 2018

Você tem obrigação ou missão?

Muito se fala em engajamento, missão e foco. Contudo, ainda, as organizações (e a até a legislação) limitam o entendimento de uma descrição de cargo, por exemplo.

Quando falamos em objetivo ou descrição de cargo, pautamos, de certa maneira, em abordagem do que você é obrigado a fazer, sob a ótica do viés contratual/legalista.

Contudo, para que exista engajamento, é interessante que a pessoa perceba a missão daquele cargo e o significado que ele tem. E este é um grande desafio das empresas, Rhs e lideranças.

Tamarana Tecnologia Ambiental, por exemplo, utiliza as premissas de suas ferramentas de gestão e certificações (5s, Lean Manufactoring, ISo9001, ISO14001 e OHSAS18001) também nos aspectos das atividades de todos os colaboradores.

O foco na experiência do funcionário é a evolução natural do envolvimento dos recursos humanos. Experiências positivas engajam a força de trabalho.

Para promover tais experiências, uma organização necessita de uma meta “aspiracional” que ajude o pessoal a compreender que o seu trabalho tem significado.

Por exemplo, a meta corporativa da Starbucks deixa claro a sua “razão de ser”: “Inspirar e nutrir o espírito humano – uma pessoa, uma xícara de café e uma comunidade de cada vez”. A declaração de missão que define a sua razão de existir tem o poder de inspirar o seu pessoal.

As metas aspiracionais mais eficazes compartilham quatro características:

  1. elas não dizem respeito aos lucros;
  2. elas se concentram no impacto positivo da sua organização;
  3. elas motivam os colaboradores; e
  4. elas valorizam “algo inatingível” – um sonho impossível.

Aspectos contidos nos valores da empresa, tais como desenvolvimento, responsabilidade socioambiental entre outros auxiliar na elaboração do perfil de cada Cargo. Isso possibilita uma aderência e um engajamento maior.

E isto é um dos motivos que classificou a Tamarana Tecnologia nas melhores empresas para se trabalhar, edição 2017, segundo a revista Você S/A Exame – Editora Abril

Existe a classificação, neste contexto, das chamadas, Empresas NOTAVEIS. Uma avaliação junto a 252 empresas identificou 15 delas que estão fazendo o máximo para garantir uma boa experiência do empregado: Facebook, Apple, Google, LinkedIn, Ultimate Software, Airbnb, Microsoft, Riot Games, Accenture, Salesforce, Hyland Software, Cisco, Amazon, Adobe e Worldwide Tecnology.

Estas empresas experienciais sabem quem são os seus funcionários, o que buscam e o que os faz sentir bem. Armadas com estes conhecimentos cruciais, essas empresas são capazes de redesenhar as suas organizações para se tornarem espaços “onde as pessoas vão trabalhar por prazer – nunca por obrigação”.

Um estudo de 2015 da Gallup constatou que apenas 32% dos trabalhadores norte-americanos se sentiam engajados nos seus trabalhos.

Para evitar isso, recomenda-se proporcionar uma “experiência do funcionário” positiva em todas as facetas da sua organização: cultural, física e tecnológica. O escritor Jacob Morgan explica como e por que as empresas que fornecem aos seus empregados experiências positivas se tornam campeãs corporativas. Ele apresenta informações vitais – indo ao pormenor de incluir um catálogo de métricas específicas – sobre como tornar os seus funcionários mais felizes, ao mesmo tempo em que turbina os seus lucros.

Para tornar a sua organização mais centrada nas pessoas, forneça uma gama de experiências positivas para os colaboradores. Além do impacto nos resultados financeiros, as iniciativas de recrutamento vão ser facilitadas; todos estão à procura de um ótimo lugar para trabalhar. 

Autor: Mauricio Chiesa Carvalho –  Gerente de Recursos Humanos e Responsabilidade Social da Tamarana Tecnologia.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS