COTAÇÃO AGORA - LME (London Metal Exchange) Chumbo: Compra R$ - Venda R$
Dólar comerciaL: R$
29 de Setembro de 2017

Reuso da água no Brasil – Como pode ser feito o reuso da água?

Noticiada com maior frequência nos últimos anos, a crise hídrica tem feito com que governantes, empresas e a sociedade em geral comecem a pensar com maior responsabilidade no reuso da água no Brasil.

Por que é necessário pensar com urgência no reuso da água?

Embora nosso país seja rico em água potável, em virtude do abuso quanto ao consumo, aumento da população e sobretudo das variações climáticas imprevisíveis, diversas cidades brasileiras sofreram terrivelmente com falta de água até mesmo para beber.

Todas essas consequências são mais que suficientes para que a sociedade se mobilize, fazendo com que o Brasil avance nas políticas de gerenciamento dos recursos hídricos e evite os indesejáveis racionamentos, situação que prejudica empresas e lares.

Como o reuso da água pode ser feito?

Para garantir bons resultados, é preciso que toda sociedade esteja engajada quanto ao uso consciente da água, isso envolve empresas e pessoas.

Nas empresas

Pelo fato de as empresas (geralmente indústrias) demandarem grande quantidade de água no processo produtivo, é interessante fazer uma análise detalhada de cada etapa do processo produtivo, identificado em quais situações é possível reaproveitar a água sem comprometer a qualidade.

Embora isso pareça difícil em um primeiro momento, trata-se de uma realidade plenamente possível (e já aplicada) por muitas empresas no Brasil.

Entre as empresas que se destacam na gestão exemplar dos recursos hídricos, estão:

  • Grupo Votorantim;
  • Toyota do Brasil;
  • Ambev;
  • Unilever;
  • Honda Automóveis do Brasil;
  • Electroluz;

Além dessas, empresas de médio e pequeno porte receberam nos últimos anos o Prêmio Fiesp de Conservação e Reuso da Água, que busca conhecer, difundir e homenagear as melhores práticas no que se refere à gestão de recursos hídricos.

Além de estabelecer um compromisso de responsabilidade ambiental, contribuindo para a preservação do planeta, as empresas que investem na correta gestão da água usufruem de importantes benefícios, tais como:

  • Redução de custos;
  • Maior lucratividade;
  • Valorização da empresa/instituição perante a sociedade;
  • Vantagem competitiva frente à concorrência;
  • Maior conscientização de colaboradores, fornecedores e até mesmo clientes quanto à gestão dos recursos hídricos, multiplicando as boas práticas quanto ao uso racional da água.

Nos lares

Também nos lares é indispensável que seja estabelecido um compromisso ao utilizar os recursos hídricos de forma consciente, identificando situações onde é possível o reuso da água. Entre essas situações, algumas são:

  • Utilizar a água eliminada da máquina de lavar roupa para lavar o banheiro, o chão da cozinha, calçadas ou carros, por exemplo;
  • Evitar de lavar calçadas e carros com água 100% limpa (duas das piores formas de desperdício);
  • Reutilizar a água usada para o cozimento de legumes. Os chefs de cozinha garantem que a água onde são cozidos os alimentos é altamente nutritiva, sendo recomendado não descartá-la.

Ela pode ser reutilizada no preparo do arroz, de sopas ou para cozinhar o feijão. Além de contribuir com o planeta, os alimentos ficarão muito mais saborosos;

  • Reutilizar a água usada durante a higienização de verduras e legumes. Essa é outra excelente forma de economizar.

Basta deixar um balde embaixo da torneira enquanto lava-se as verduras ou legumes e depois reutilizar essa água para aguar plantas ou lavar o chão, por exemplo.

É possível que o reuso da água seja aperfeiçoado?

Especialistas em tecnologias desenvolvidas para a reutilização da água garantem que tanto nas empresas quanto nos domicílios é perfeitamente possível adotar medidas simples que diminuam o consumo.

Entretanto, é necessário que esses projetos sejam colocados em prática por instituições públicas, empresas privadas e até mesmo cada cidadão, fazendo com que a preocupação quanto aos recursos hídricos seja uma questão básica nos processos produtivos e no nosso dia a dia.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS